É chegado o tempo de férias para muitas crianças mas, mais do que um tempo de descanso ou de “não fazer nada”, e porque o crescimento não pára durante este período, este é o momento privilegiado para muitos pais de continuar a promover a aprendizagem e o desenvolvimento dos seus filhos, bem como as suas relações familiares.

Nestas férias dê a oportunidade ao seu filho de continuar a desenvolver capacidades e competências através daquilo que ele mais gosta de fazer, brincar! Saiba como proporcionar momentos de aprendizagem ao mesmo tempo que o seu filho se diverte:

  • Dê a possibilidade ao seu filho de explorar uma grande variedade de materiais. Coloque à disposição da criança materiais que lhe garantam oportunidades de realizar escolhas e de manipular diferentes tipos de materiais – aspetos básicos do processo de aprendizagem. Estes materiais podem incluir:

- Objetos práticos do dia a dia dos adultos. As crianças gostam de utilizar as mesmas coisas que são usadas pelos adultos significativos, por exemplo, os sapatos ou os rolos de cabelo da mãe, caneta ou chaves do pai, tigelas e panelas, espanadores do pó, esponjas, regadores, panos, caixas, papel, etc.;

- Materiais encontrados na natureza como conchas, pedras, folhas, bolotas ou pinhas, ou materiais de desperdício como tubos de papel-higiénico, caixas de cartão ou madeira;

- Materiais moldáveis que se possam moldar ou manipular como areia, plasticina, barro, massa (por exemplo, massa de pão), etc. Estes materiais são muito apreciados pelas crianças por lhes permitirem experiências sensoriais muito interessantes e curiosas;

- Materiais que permitam utilizar e exercitar todo o corpo da criança, por exemplo, bolas grandes de ar, blocos ou caixas de madeira, brinquedos com rodas, estruturas para subir e descer, etc.;

- Materiais fáceis de manipular que permitam à criança a perceção de controlo por conseguir manipulá-las sem necessidade de ajuda dos adultos, por exemplo, peças de Lego, feijões ou massas, carros de brincar, bonecos de pano, etc.

  • Dê tempo e espaço à criança para explorar materiais, mas também para interagir socialmente. Planeie com o seu filho uma rotina diária para os dias de férias de forma a que a criança tenha oportunidade de explorar os materiais, mas também de interagir com pessoas (por exemplo, familiares e outras crianças). Poderá estipular um tempo para ficar em casa durante o qual a criança pode brincar com os materiais, e um tempo de sair para o exterior durante o qual podem ir até um jardim para que ela possa brincar com outras crianças;
  • Brinque com o seu filho. Através da brincadeira estará a apoiar o processo de aprendizagem pelo desejo espontâneo da criança em aprender. Posicione-se ao nível físico do seu filho, deixe que seja ele a controlar e orientar o curso da brincadeira e siga as suas ideias e os seus interesses. Oiça o seu filho enquanto brinca e encoraje a reflexão conversando com ele acerca daquilo que estão a fazer. Ao conversarem concentre a sua atenção nas ações do seu filho e ajude-o a colocar os seus pensamentos em palavras, evitando fazer preleções, sugestões ou críticas;
  • Encoraje o seu filho a fazer as coisas sozinho. Incentivar as crianças a resolver os problemas que encontram dá-lhes mais oportunidade para aprender do que fazer as coisas por elas. Dê autonomia ao seu filho para resolver situações como fechar um fecho éclair, apertar uma fivela ou limpar o sumo que entornou do copo. É certo que os adultos podem fazer estas coisas mais fácil, rápida e eficazmente do que as crianças mas, ao esperar que o seu filho as faça sem ajuda, está a dar-lhe a oportunidade de pensar que é capaz de fazê-las sozinho e a permitir-lhe colocar em prática formas de resolver os problemas que encontra no seu dia a dia.